E-commerce: um hábito global
E-Commerce + Estratégia

E-commerce: um hábito global

Image e_commerce_man1.jpg

Após uma pesquisa desenvolvida pela ORC International, a pedido da Pitney Bowes, foi identificado que o E-commerce já é um hábito global, revelando que os baixos preços dos produtos são os mais atrativos para compras online.

A pesquisa entrevistou no total 10 mil pessoas, em 10 países: Austrália, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, Coréia do Sul e Reino Unido. Foi identificado que 93% dos entrevistados compram produtos online, sendo que 49% realizaram compras no último mês, já no Brasil, 91% das pessoas compram na web e 45% realizaram alguma transação virtual nos últimos 30 dias.

As taxas dos consumidores na Alemanha, Coréia do Sul e Reino Unido foram as mais altas de compras de produtos online (98%), seguidas pelo Japão (96%); já no Canadá, esta taxa cai para 82%.

A pesquisa também revelou que consumidores online querem quatro coisas básicas ao comprar produtos online: 71 % preços competitivos, 42% uma ampla seleção de produtos, 5% check-out fácil e intuitivo e 35% preferem baixos custos de transporte e de impostos.

Com relação aos brasileiros, 59% se sentem atraídos pelos baixos preços e 56% preferem a praticidade e agilidade no processo de pagamento, com esse resultado revela-se diferenças significativas entre os consumidores, ocorrendo uma variação entre os países.

“O e-commerce internacional está se tornando cada vez mais atraente e acessível”, diz Oscar Vazquez, Vice Presidente e General Manager da PBBI para a América Latina e Caribe, “no entanto, para serem bem sucedidos, os varejistas precisam garantir uma experiência de compra online simples e perfeita e ter um entendimento claro dos consumidores, preferências de transporte e dos canais de comunicação em cada mercado”.

A pesquisa também identificou o porquê que os consumidores abandonam carrinhos de compras on-line, 67% consideram os altos custos de frete (53% Brasil), 47% taxas e impostos adicionais no momento da entrega (48% Brasil), e 39% o tempo de entrega (45% Brasil). Os consumidores nos EUA (83%), U.K. (79%) e Japão (78%) são três vezes mais sensíveis aos preços de envio que os consumidores na Coréia do Sul (25%).

O estudo ainda revela quais os tipos de produtos que são mais propensos à compra pela internet, em comparação com as lojas físicas. As categorias com maior percentual na rede incluem livros, vídeos e música, com 58% no total e 63% no Brasil, hardware de computadores e software, com 41% ( 59% brasileiros) e aparelhos eletrônicos, com 38% dos entrevistados e 66% no país. A categoria de vestuário é a menos popular, com apenas 11% dos brasileiros.

Quando perguntados aos entrevistados sobre o canal de comunicação mais acessado e preferido, para receber informações das lojas virtuais, o estudo indica que 59% dos consumidores globais (72% dos brasileiros) preferem comunicações por e-mail, 25% dos entrevistados (16% no Brasil) preferem receber essas informações em catálogos ou malas-diretas, 4% dos entrevistados (1% no Brasil) preferem receber informações via mensagens de texto (SMS), enquanto 5% dos brasileiros têm preferência pelas mídias sociais.

Continue acompanhando o blog da HeadClick.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado

E-commerce Group

A E-commerce Group SA é uma Holding, formada por um grupo de empresas orientadas ao E-commerce. A EG acumula a função de gestora estratégica do grupo, formando as diretrizes operacionais e comerciais do grupo.

Endereços

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3729 / 4º Andar - São Paulo/SP, 04538-905

Av. Carlos Gomes 141/1202 - Porto Alegre/RS - CEP 90480-0341